5 animes e seus pontos de vista psicológicos

No AnimeList desta semana separei 5 animes e suas respectivas avaliações, focando em seus pontos de vista psicológicos e moral por trás da história referida.

ELFEN LIEDElfen Lied - Animes e seus pontos de vista psicologicos

“Quando se é miserável, é necessário encontrar alguém mais miserável que você.”

Lucy

Elfen Lied nos apresenta a Lucy, uma bela Diclonius com dupla personalidade. Os diclonius são uma espécie mais evoluída da raça humana, que possuem características um tanto quanto peculiares, como pequenos “chifres” na cabeça e braços invisíveis nas costas, capazes de movimentar objetos. Porém, devido ao fato da coexistência entre humanos e Diclonius, estes são usados em laboratórios como vítimas de experimentos e crueldade humana, algo que iniciou uma guerra entre ambos, desejando a exterminação completa da raça inimiga.

O anime começa no momento da fuga de nossa personagem Lucy de seu laboratório, sendo encontrada por Kouta sob outra personalidade menos agressiva, Nyu.

Elfen Lied pode parecer uma história apenas de ficção científica nessa lista, mas, acredito que seu tema seja muito pertinente ao longo de toda a história de nossa sociedade. Vivemos com medo do estranho, aterrorizados. Tratamos pessoas ou sistemas diferentes dos nossos de forma sobrenatural e, acima de tudo, desumana. Nos tornamos monstros, subjugando os indivíduos a nossas ideias, apenas pelo fato de, egoistamente, termos o pensamento cravado de que tudo o que é estranho é ruim, tudo o que nos difere deve ser eliminado.

Na vida real, não há Diclonius entre nós, mas nossas peculiaridades nos tornam tão atípicos quanto qualquer outra espécie. Até que ponto vamos continuar lutando contra nossa coexistência?

PERFECT BLUE

Perfect Blue - Animes e seus pontos de vista psicológicos

“Eu sou uma atriz…”

Mima Kirigoe

Perfect Blue apresenta a história complexa de Mima Kirigoe, ex-vocalista de um grupo chamado CHAM!, que abandona a carreira de Idol para se focar na carreira de atriz. O anime mostra o cotidiano de uma garota que sempre sonhou em usar sua voz e inocência para encantar seu público e agora tem o seu mundo virado para baixo, com base em todos os adventos da passagem de ídolo para atriz.

A obra nos conduz ao lado negro que muitos desconhecem da vida de um ídolo ou um ator, todos os processos obscuros que muitas vezes são submetidos a seus contratos abusivos para conseguir a fama. Aspectos como fãs obsessivos, ameaças e até mesmo tentativas de homicídio, falta de privacidade, rotinas de trabalho exaustivas, fotos apelativas e possivelmente relações sexuais com os produtores para conseguir manter o seu lugar. Será mesmo que os fãs amam seus ídolos ou, na verdade, apenas contribuem com essa rotina de trabalho escravo? Outra ótima escolha para quem deseja se aprofundar nesse aspecto é o anime White Album.

 

MARNIE NO OMOIDE

As memorias de marnie - Animes e seus pontos de vista psicologicos

“Você choraria se eu morresse? Você lembraria do meu rosto?”

Fine on the outside – Priscilla Ahn

Marnie no Omoide, ou As Memórias de Marnie, em português, começa quando Anna se fixa na casa de parentes, por conta de problemas respiratórios, e tem sua rotina deixada de lado quando conhece uma misteriosa garota, Marnie, que lhe tira de toda a melancolia e tristeza que rodopiava por sua vida. Ambas se encontram em um castelo, suposta casa de Marnie, localizada em uma ilha próxima à atual residência de Anna. Porém, a garota que ninguém vê é muito mais do que Anna poderia imaginar.

As Memórias de Marnie é um filme encantador do studio Ghibli que aborda a relação de amizade pura e dócil entre duas garotas, o fato de se apreciar a vida de maneira simples e solitária, e talvez o imaginário humano. Neste Japão de magias, sempre podemos nos aproximar uns dos outros, por mais longe que estejamos. Porque não nos expressar melhor, abrirmos o nosso coração e, mesmo sozinhos, mergulharmos neste mundo secreto e admirarmos cada canto. Pois, neste mundo social, nunca há completa solidão. Sempre há alguém olhando por nós, mesmo que não possamos vê-lo.

ASATTE NO HOUKOU

Assate no Houkou - Animes e seus pontos de vista psicológicos

“Existem coisas que não alcançamos, mesmo com as mãos estendidas.”

Karada Iokawa

“Existem coisas que não voltam quando nos distanciamos.”

Shōko Nogami

Asatte no Houkou gira em torno de duas personagens do sexo feminino, uma adulta, Shōko, que deseja, com certa melancolia, viver sua infância novamente, e uma criança, Karada, que, por outro lado, quer ser adulta logo para livrar seu irmão da responsabilidade de criá-la. Após um pedido feito em um altar, ambas nem imaginavam que teriam seus desejos realizados. Mas, a que preço?

Asatte no Houkou é outra ótima obra para se aprender a valorizar a vida e entender como as escolhas realmente são, quase sempre, reversíveis. O desenlace dos personagens e a valorização que ocorre entre as moças, mesmo após um preconceito de inimizade, nos faz pensar no que perdemos por querer ser adulta logo ou por querer voltar à infância. E a resposta é: perdemos a própria vida. Vivemos imersos em um passado ou futuro distantes, enquanto poderíamos estar comemorando nosso dia a dia. Quando perdemos a nossa própria vida, poderia-se dizer que quase estamos mortos. Mas, infeliz ou felizmente, não basta apenas querer algo para torná-lo real. Cabe a nós fazermos escolhas conscientes e de acordo com os nossos ideais.

HOTARU NO HAKA

O Tumulo dos Vagalumes - Animes e seus pontos de vista psicologicos

“Nós viemos contar-vos as coisas que todo o mundo esqueceu”.

Hotaru no Haka, ou O Túmulo dos Vagalumes, em português, nos coloca na pele de dois personagens que tentam sobreviver em plena segunda guerra mundial, nos apresentando todos os dramas e horrores de se estar sempre com medo. Seita e Setsuko, duas crianças sem a presença dos pais, são obrigados a viver a fome e a pobreza que permeiam o Japão.

O que dizer de O Túmulo dos Vagalumes? Creio que não muito. O filme é uma história de superação extremamente dura de assistir, por que foi real. Imagine quantas crianças passaram por situações parecidas na segunda guerra? Quantas pessoas morreram? Foram assoladas? Mais de 50 milhões de mortos. Mas, o mais marcante no anime foi que, mesmo em meio à guerra, eles ainda estavam ali, sorrindo, brincando, crescendo, vivendo.

Gabrielle Siqueira

Yoroshiku onegaishimasu! Sou redatora deste site, será um prazer escrever para você.