A indústria otaku tem crescido bastante no Brasil e, com isso, a variedade de eventos com o intuito de reunir fãs da mesma vem aumentando bastante. Mas será que eles são iguais, ou ao menos parecidos, com os eventos de anime Japoneses?

Uma convenção de anime, ou evento de anime, nada mais é do que um encontro que reúne fãs de animes, mangás, games e tudo relacionado a cultura japonesa.Além da reunião de fãs da cultura pop japonesa, a maioria dos eventos são realizados com fins comerciais

Os maiores eventos japoneses são o Comic Market e o Jump Fest.

O Comic Market, também conhecido como Comiket, é a maior feira de revistas em quadrinho do mundo, que acontece duas vezes por ano em Tóquio, Japão. A primeira edição da Comiket aconteceu em 21 de Dezembro de 1975 e contou com a presença de 32 círculos participantes e cerca de 600 visitantes. Atualmente, o número de visitantes chega a ultrapassar a faixa de meio milhão de pessoas, vindas de todos os lugares do mundo.

A Jump Festa é uma festa ou exposição anual, no Japão, sobre anime e mangá, patrocinada pela editora Shueisha, criadora de várias revistas de mangás, como as Jump. Novos filmes, mangás, jogos e mercadorias são introduzidos durante este evento. A tradição é criar um item especial ou um episódio novo de um material já existente produzido e apresentado na convenção. Mangakás de séries populares antigas e atuais das revitas da editora, muitas vezes, estão presentes e muitos deles têm painéis onde respondem perguntas.

Ambos os eventos são de grande porte e atraem um número grande de admiradores. Neles, você sempre vai encontrar itens raros, autores, bandas famosas e muitos cosplayers. Apesar do Comiket ser mais focado em quadrinhos e mangás, muitas pessoas usam o evento para desfilar com os mais variados cosplays de seus personagens favoritos. Na Jump Fest, além de todas as coisas que já citamos, nela você também encontrará alguns estúdios lançando episódios novos, spin-off e OVAs de animes novos e antigos, além de outras atividades que você pode fazer durante o evento.

Já no Brasil, os mais famosos são o Anime Friends e o Sana.

O Sana ou SANA é um tradicional evento realizado anualmente pela Fundação Cultural Nipônica Brasileira que reúne fãs de Anime, Mangá, Tokusatsu, Games, Cultura Geek, em geral, bem como artistas e ícones do gênero em uma convenção realizada na cidade de Fortaleza, Ceará. O evento é um dos maiores do Brasil no seu gênero.

Foto: Divulgação

Assim como o Sana, o Anime Friends é um dos maiores eventos do Brasil direcionado a animes, mangás e cultura japonesa em geral. Teve sua 1ª edição em julho de 2003 e conta hoje com um público superior a 120 mil pessoas todo mês de Julho, atraindo caravanas de fãs de todo lugar do país e algumas caravanas de países da América Latina.

Foto: Divulgação

Esse dois apresentam uma grande semelhança entre si: em ambos vamos encontrar Concurso Cosplay, Press Start, shows de K-Pop e J-Rock de nome, presenças especiais de dubladores, diversas salas de grupos de fãs, workshops e cursos, estandes e lojas de produtos específicos relacionados a anime e mangá, e uma novidade em termos de atração a cada ano.

Os dois também possuem dois eventos ao ano. No caso do Sana, sempre temos o Sana Fest antes dele, que é um evento de menor porte, menos recursos e com menos atrações, feito no fim ou no início do ano. Já no caso do Anime Friends, esse evento menor leva o nome de Ressaca Friends.

Por fim, quando se trata de eventos de animes ou sobre a cultura japonesa, no Japão eles são bem mais segmentados que no Brasil. Infelizmente, aqui eles têm a proposta de serem sobre a cultura pop japonesa, mas não costumam proporcionar nada de disso.

Os que possuem anime no nome costumam misturar tantas coisas, como HQs, Games, Youtubers e alguns MMO, fazendo com que pareça que a maioria dos visitantes nem parecem gostar de animes. Sem falar que os eventos no Japão são bem mais organizados e possuem muito mais atrações, cosplayers, lojas e produtos, mas isso já é de se esperar, já que a população otaku no oriente é bem maior do que no ocidente.

Se você tiver em mente que nesses encontros nunca encontrará só cultura pop japonesa e seu público, os eventos de anime brasileiros podem ser algo divertido e uma experiência agradável para conhecer mais sobre animes, mangás e fazer novas amizades com pessoas que também gostam disso.