Você alguma vez já viu um cosplay? Aquelas pessoas que se "fantasiam" de nossos personagens favoritos, alguns são tão bem elaborados que temos a sensação que se aquele personagem existisse mesmo seria exatamente daquele jeitinho. No CuriOtaku de hoje iremos falar um pouquinho para vocês sobre isso.

Cosplay é a abreviação de costume play que pode traduzir-se para “representação de personagem a caráter”, “disfarce” ou “fantasia”.O termo refere-se à atividade de disfarçar-se ou fantasiar-se de um personagem real ou ficcional, seja esse personagem de anime, mangá, comic ou jogo. Artistas de TV também são grande alvos dessa atividade, que é praticada, não exclusivamente, mas na maioria das vezes, por jovens.

 

(WCS) O World Cosplay Summit.

Como começou

Apesar de ser mais comum no Japão atualmente, a pessoa que “deu início” ao costume foi um americano, Forrest J. Ackerman, durante a Worldcon (World Science Fiction Convenção) em 1939, ele criou uma versão do vestido do filme “Things to come” e desde então virou um costume as pessoas se fantasiarem na Worldcon. Os primeiros registros de cosplays de animes/mangás são posteriores aos anos 70, no EUA. O fenômeno cosplay só chegou no Japão na década de 80, por meio de Nobuyuki Takashi, que ficou surpreso com o costume ao visitar um Worldcon e começou a incentivar a prática no Japão pelas revistas de ficção científica. O cosplay propriamente dito só veio para o Brasil no final da década de 90.

Cosplay não é o mesmo que fantasia?

As pessoas que fazem cosplay chamam-se cosplayers, alguns fazem apenas por hobbie e outros profissionalmente, mas garanto que se você dizer a eles que fantasia e cosplay são a mesma coisa, eles ficariam bem chateados. Além de roupas e maquiagens, os cosplayers estão sempre em busca de interpretar o personagem, na intenção de tornar seu trabalho o mais real possível,acho que daí vem o grande diferencial dele não ser só uma fantasia.

Anime: Noragami

Uma fantasia você veste para uma comemoração e não vai passar daquilo, o cosplay tem a intenção de trazer o personagem para a realidade, eles literalmente vestem o personagem e por terem todo esse trabalho, chamar de fantasia os deixa um tanto quanto tristes, se você pesquisar fotos de cosplay do seu personagem favorito encontrará uma diversidade de imagens em que eles estão tentando reproduzir alguma cena ou situação que o personagem já passou, a sensação de nostalgia é sempre garantida em fotos assim, isso é o que fazem as pessoas gostarem tanto dessa prática, é o sonho de qualquer um trazer um personagem de anime a vida e é essa a intenção do cosplayer.

Apesar de ser um hobbie um pouco caro, fazer cosplay deve ser uma sensação única, “viver” seu personagem preferido, imitar as falas e gestos, deve ser gratificante.Mesmo que não tenha dinheiro para um cosplay perfeito e cheio de detalhes, você pode recorrer ao cospobre, usando matérias de baixo custo e até comida, eu particularmente estou quase recorrendo a isso apenas para ficar imitando e me sentindo a própria personagem na frente do espelho.

 

Bom, é isso, espero do fundinho do meu coração que você tenha gostado e aprendido um pouco mais sobre esse mundo lindo de cosplays. Obrigada por ler e até a próxima.